sábado, 20 de dezembro de 2014

GRUPO ASSALTA CORREIOS DE SAO JOSE DO SABUGI. POLICIA PRENDE ACUSADOS

Por volta das 14h15min desta quinta feira (18/12), uma viatura da policia militar de Santa Luzia foi informada sobre um assalto praticado na Agência dos Correios de São José do Sabugi. Um dos acusados de realizar o assalto foi Marcio Oliveira da Rocha. Ele fugiu em um veículo levando como refém, um vendedor que estava próximo ao local do assalto.

Após diligências a polícia capturou o veículo que teria sido usado na ação criminosa. O vendedor estava bastante nervoso no momento da abordagem, e de imediato foi conduzido a Delegacia de São José do Sabugi. Já o acusado Marcio Oliveira (foto) pulou do carro em movimento e fugiu na mata.

Seguindo informações do vendedor, por não conhecer muito o local,  ele foi capturado pela a polícia militar da Paraíba, com apoio do GTO do RN. A captura aconteceu próximo ao campo de futebol da cidade. Outro acusado de participar do assalto está foragido. A polícia continua em diligencia na tentativa de localizar os demais acusados.

Segundo informações do sargento Flávio da PM de Santa Luzia, um veiculo visto por populares, teria participado do assalto com a finalidade de colaborar na fuga dos acusados. Uma moto foi encontrada abandonada com a chave na ignição, próxima à São José do Sabugi. O veículo e a motocicleta tinham placas de Campina Grande.

O veículo, modelo Space Fox, foi abordado pela a PRF do RN próximo à Carnaúba dos Dantas. Dentro do carro foram encontrados dois capacetes, além de três pessoas suspeitas. Elas foram conduzidas para a 3ª CIA de Polícia Militar de Santa Luzia e posteriormente levadas para a sede da Polícia Federal de Patos.


Fonte; Sidney Silva - TVSantaLuzia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010