quinta-feira, 27 de novembro de 2014

PUREZA/RN: QUADRILHA EXPLODE CAIXA ELETRÔNICO NESSA MADRUGADA




Fonte: G1/RN
Uma quadrilha especializada em arrombamento a caixas eletrônicos agiu na madrugada desta quinta-feira (27) e explodiu, usando dinamites, o terminal bancário do Bradesco na cidade dePureza, distante cerca de 60 quilômetros da capital potiguar. O dinheiro que estava no caixa foi levado, mas ainda não se sabe a quantia exata. Segundo o coronel Francisco Araújo Silva,comandante geral da Polícia Militar no Rio Grande do Norte, esta foi a 35ª agência bancária alvo de explosão este ano em território potiguar.
Em contato com o G1, o major Josemário Xavier, comandante da PM na região, disse que a quadrilha era formada por cinco homens. “O caixa foi explodido por volta das 3h. Em seguida, eles fugiram em um Ecosport de cor branca. Ainda chegaram a fazer vários disparos pelas ruas da cidade, como forma de intimidação. Mas, ninguém ficou ferido”, acrescentou.
Ainda de acordo com o major, por dia, apenas um policial militar faz a segurançapública da cidade de Pureza.
Somente nesta semana, esta é a terceira agência do Bradesco alvo de criminosos no Rio Grande do Norte. Nesta quarta, o alvo foi o terminal da cidade de Arez, distante pouco mais de 50 quilômetros de Natal. De acordo com a PM, a quadrilha não conseguiu levar o dinheiro porque teria errado na quantidade de dinamite usada, o que causou desabamento de parte do prédio e terminou incendiando a agência. Após a ocorrência, ainda de acordo com a polícia, moradores levaram o dinheiro que ficou espalhado no local.
No início da semana, ação semelhante aconteceu na cidade de Santa Maria, a região Agreste. Após explodirem o caixa, os criminosos fugiram levando o dinheiro. Ninguém foi preso. via sertaonamidia.com.br
Curta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010