terça-feira, 25 de novembro de 2014

Diário oficial traz mudanças nos comandos da Polícia Militar do Estado, Coronel Campos assume em patos




Foto: Arquivo Pessoal
Major Gilberto assume o comando do 2º Batalhão

O Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (24) trouxe mudanças nos comandos de alguns batalhões da Polícia Militar da Paraíba. As modificações foram assinadas pelo governador Ricardo Coutinho.

Conforme o DO, o Coronel Jefferson deixa o comando do Policiamento Regional da Polícia Militar (CPRM) e em seu lugar assume o Coronel Lívio, que era comandante do 2º Batalhão, em Campina Grande. Esta unidade, por sua vez, será dirigida pelo major Gilberto, que até então era subcomandante.

Outra modificação diz respeito ao comando do 3º Batalhão, em Patos. O tenente Coronel Francisco Rubens de Andrade Campos assume a vaga antes ocupada pelo tenente coronel Eneas da Cunha Rolim Neto. Ele foi remanejado para o comando do 6º BPM, em Cajazeiras.

O 13º BPM, sediado em Itaporanga, passa a ter o comando Major Antônio Guedes Neto. Ele substituirá o também Major Jurandyr Pereira Monteiro.

O Capitão Kelton deixa a Companhia de Bayeux, no entanto o substituto ainda não foi definido.

Outras alterações foram feitas nos comandos das Companhias de Alhandra e Queimadas. Major Magno e Capitão Adalireno Samaroni Delgado da Costa, respectivamente, não respondem mais pelas unidades.

O Batalhão de Operações Especiais será comandado pelo major Otávio José de Melo Ferreira em substituição ao Major Bisneto.

Veja as mudanças:






Autor: Redação Portal Tambaú 247via sertaonamidia.com.br
Curta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010