sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Corpo de Bombeiros Militar anuncia concurso para oficiais







O Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba publicou na edição desta sexta-feira (7) do Diário Oficial do Estado o edital do Curso de Formação de Oficias. São ofertadas 15 vagas, sendo 10 para homens e 5 para mulheres. As inscrições começam na terça-feira (11) e se encerrarão no dia 8 de dezembro, via internet pelo site www.bombeiros.pb.gov.br.

A taxa de inscrição é de R$ 70,00. O concurso vai selecionar candidatos para vaga no Quadro de Oficiais Bombeiros Militar (QOBM).

A carreira inicia-se na graduação de praça especial (cadete) com frequência em Curso de Formação de Oficiais Bombeiro Militar reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação (Resolução nº 077/2013), e tem como objetivo formar Oficiais Engenheiros de Segurança Contra Incêndio e Pânico.

De acordo com o edital, só será considerado candidato aquele que se inscrever para os Exames Complementares, de responsabilidade do Corpo de Bombeiros Militar do Estado da Paraíba, desde que também tenha se inscrito para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2014), como estabelece a portaria nº. GCG/0021/2014-CG, datada de 12 de maio de 2014, divulgada no site da corporação.

Um outro requisito se refere à idade e exige que o candidato tenha, no ano da matrícula do curso (até 31 de dezembro de 2015), 30 anos, no máximo. O concurso tem três fases: provas escritas, exames complementares (psicológico, de saúde e aptidão física) e avaliação social. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3218-5724 (Diretoria de Pessoal do Corpo de Bombeiros). O salário de 2º tenente BM é de R$ 5.287,34, incluindo soldo e adicionais.



Secom-pb via sertaonamidia.com.br
Curta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010