quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Adolescente rouba e mata em menos de 24 horas na cidade de Patos







O caso do adolescente apreendido pela Polícia Militar na noite desta quarta-feira, dia 05, após tomar de assalto quando estava em companhia de um comparsa maior de idade à moto do mototaxista Marcos Antônio de Lacerda, residente no Conjunto Bivar Olinto, em Patos, demonstra que o caso de adolescente infrator está saindo do controle das forças de segurança e da justiça.

Os dois jovens foram apreendidos com a moto que haviam tomado de assalto, um revólver calibre 38, seis munições intactas e os celulares usados por eles. Como de praxe, o jovem foi encaminhado para Delegacia de Polícia Civil (DPC), os familiares contactados e depois, como acontece na maioria das vezes, foi liberado. O outro assaltante maior de idade foi preso e o jovem voltou para as ruas da cidade por falta de um local adequado para o caso de adolescentes infratores.

De acordo com o comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), comandante Tenente-coronel Enéas da Cunha Rolim (foto), o mesmo adolescente posto em liberdade foi o que praticou a execução, na manhã desta quinta-feira, dia 06, do trabalhador José de Arimateia Ernesto da Silva, também residente em Patos. José de Arimateia foi atingido com 4 disparos de arma de fogo que o atingiram no tórax, após uma discussão de trânsito com o adolescente que estava em uma moto emprestada e de posse de outra arma de fogo.

Ao praticar o homicídio, o jovem tomou destino ignorado deixando a moto e o tênis na cena do crime.

Arimateia ainda foi socorrido para o Hospital Regional de Patos, mas morreu minutos depois na mesa de cirurgia. O caso está repercutindo em toda a região, pois os crimes cometidos por adolescentes se multiplicam sem que medidas mais enérgicas sejam tomadas.

“Infelizmente é assim! A gente faz esse trabalho e parece um verdadeiro enxugamento de gelo. Em se tratando de menores nós não temos em Patos ainda, precisamos com urgência, acredito que esse fato vai ser a gota d’água para iniciarmos um grande movimento, para que nós possamos sensibilizar o poder público municipal e estadual no sentido que seja criado, construído ou adaptado um ambiente para internação desses menores infratores”, relata o comandante Enéas da Cunha Rolim.



Jozivan Antero – Patosonline.comvia sertaonamidia.com.br
Curta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010