quarta-feira, 29 de outubro de 2014

SOLDADO E POLICIAL CIVIL SÃO AMEAÇADOS DE MORTE POR DELEGADO




Um soldado lotado no 5º Batalhão e um agente da policia civil foram ameaçados de morte por um delegado.
Tudo começou há alguns meses quando o soldado conduziu um traficante para a delegacia para ser atuado e, logo após realizar o procedimento na delegacia o soldado voltou a ruas. Sendo assim, o delegado e sua equipe falsificaram os documentos e liberaram o traficante como nada tivesse acontecido.
Após tomar ciência do acontecimento através de um agente da policia civil o soldado comunicou a corregedoria e ao ministério público. Que por sua vez recolheram materiais da delegacia para realizar perícia.
Nesta semana o soldado e o agente tomaram conhecimento de que havia sido contratados matadores da cidade de Monbaça/CE para por fim a vida dos mesmos.
Neste exato momento o soldado e o agente comunicaram o fato a todas as autoridades competentes e aos companheiros de serviço. Que ficaram indignados com a situação e estão realizando por conta própria a proteção dos amigos.
É um absurdo o acontecimento deste fato, um soldado de policia ser ameaçado de morte por um delegado por ter realizado o procedimento correto.
Mais absurdo é termos um delegado de policia envolvido com associação ao crime. Liberando bandido quando deveria prender-lo.
Iremos acompanhar o fato e tornar público tudo que acontecer.A proteção do soldado e do agente vai ser mantida 24 horas por dia.
Fonte: Cabo Heronidesvia sertaonamidia.com.br
Curta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010