terça-feira, 14 de outubro de 2014

Novo shopping de Patos deverá gerar 2.500 empregos diretos





Promessa de geração de muitos empregos na cidade de Patos o novo shopping pertencente ao grupo Claudino donos das lojas Armazém Paraíba irá movimentar a economia local e atrair lojas conhecidas no mercado nacional.


De acordo com o secretário de desenvolvimento do munícipio Everaldo Lima o grupo Claudino procurou a atual gestora para uma reunião onde foi apresentado o projeto do novo shopping que irá funcionar na Rua Horácio Nóbrega no prédio onde antes funcionava uma antiga algodoeira. O local já está sendo preparado para iniciar a construção do novo empreendimento que segundo informações deverá ter 160 lojas.


Para a realização desse empreendimento serão investidos R$160 milhões. A previsão é que gere em torno de 2.500 empregos diretos além da oferta de empregos indiretos. Integrado ao projeto do shopping o grupo Claudino também pretende construir um edifício empresarial de 16 andares.


O secretário Everaldo Lima vê com otimismo a chegada de um novo shopping na cidade. “A nossa cidade hoje acredito que ela suporta do porte desses que estão vindo, para o desenvolvimento da cidade é muito interessante porque nós vamos gerar aí centenas de empregos diretos, e também indiretos e tem grande importância porque nós somos uma cidade polo e por ser uma cidade polo iremos atrair clientela de outros municípios,” destacou.


O projeto de construção do novo shopping ainda está em andamento, mas as obras de construção ainda não iniciaram.

via sertaonamidia.com.br
Curta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010