quarta-feira, 29 de outubro de 2014

NATAL: GUARDA MUNICIPAL PRENDE VIGIA COM ARMA E DROGAS





FOTO: BLOG 190/RN
Fonte: Portal BO
Guardas municipais de Natal apreenderam um adolescente e detiveram um vigia no Mercado da 4, no Alecrim, na tarde desta terça-feira (28). O suspeito foi flagrado em um quiosque com maconha, crack, arma e produtos suspeitos de serem roubados. O flagrante foi feito após o arrombamento de uma farmácia, praticado pelo adolescente de 17 anos.
De acordo com a Guarda Municipal, o arrombamento à farmácia aconteceu ainda na madrugada. Depois disso, os guardas foram informados de que o autor do crime teria sido um adolescente e passaram a realizar diligências na área, até que encontraram o suspeito. O rapaz disse que havia passado os produtos roubados para um homem conhecido como Juarez, que era vigia do Mercado da 4.
Com isso, já durante a tarde, os guardas conseguiram abordar JUAREZ JOSÉ RAIMUNDO, DE 40 ANOS, em um quiosque ele tem no próprio Mercado da 4. Durante a revista no local, a Guarda Municipal apreendeu um tablete de maconha, de aproximadamente um quilo, mais um quilo de crack, duas balanças de precisão, um revólver e vários produtos sem notas fiscais, possivelmente oriundos de roubos.
Juarez Raimundo alegou que a droga era de um amigo e ele tinha apenas guardado em seu quiosque. No entanto, diante do flagrante, ele foi preso e conduzido para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, onde deverá ser autuado.
O secretário municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Paulo César Ferreira da Costa, informou que os guardas municipais têm atuado na prevenção, mas também atendido à população quando acionados para ocorrências como essa. “Felizmente, mais uma ação bem sucedida, que retirou de circulação drogas e arma, bem como suspeitos de crimes”, destaca.via sertaonamidia.com.br
Curta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010