quinta-feira, 2 de outubro de 2014

DIVISA SEGURA: Policiais do Rio Grande do Norte e Paraíba criam grupo no WhatsApp para troca de informação entre as duas corporações

Logomarca do grupo.

Uma ideia simples que está sendo muito bem aceita por policiais da Paraíba e Rio Grande do Norte.


Um policial Militar pertencente ao GRUPO TÁTICO OPERACIONAL (GTO) de Parelhas- RN, percebendo a dificuldade da troca de informações entre as polícias dos dois Estados, teve a ideia de criar um grupo no aplicativo WhatsApp para facilitar a comunicação entre as duas corporações.

O grupo que foi denominado DIVISA SEGURA RN/PB ganhou rapidamente a adesão de policiais dos dois estados pela forma rápida e dinâmica que as informações são repassadas.


Como o aplicativo só permite um número máximo de 50 participantes por grupo, foi necessário criar o divisa segura 2, que rapidamente atingiu a capacidade máxima. Atualmente existem 8 grupos divisa segura, ou seja, cerca de 400 policiais civis, militares, agentes penitenciários e agentes da PRF interagindo e trocando informações em tempo real 24 horas por dia.


O grupo permite a troca de fotografias de foragidos da justiça e suspeitos de crimes, além de informes sobre veículos roubados nos dois estados.
A vantagem é que a informação chega em tempo real e pra todos de uma só vez.


Os participantes dos grupos contam ainda com a possibilidade de acessar um banco de dados online, com fotos e informações de veículos e criminosos. O acesso é restrito aos membros dos grupos. Existe ainda o blog divisa segura, de acesso público, para divulgar noticias policiais a população em geral


Seis policiais, sendo quatro do RN e dois da PB fazem a moderação dos grupos divisa segura. Todas as regiões dos dois estados tem participantes nos grupos.


Para participar do grupo o policial precisa ser indicado por alguém que já é membro, em seguida os moderadores fazem uma analise para confirmar a identidade da pessoa indicada e decidir se o mesmo será aceito no grupo.


O idealizador dos grupos disse que a troca de informações entre as duas corporações ficou muito facilitada. Segundo ele a vantagem deste tipo de comunicação, em relação a comunicação tradicional via rádio, é que pelo aplicativo a informação chega mais rápido e para um número infinitamente maior de policiais. Além disso aumenta a segurança, visto que a comunicação via rádio é mais vulnerável a interceptação por parte dos criminosos.

Fonte: Sertaonamidia.com.brCurta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010