terça-feira, 16 de setembro de 2014

Secretaria de Segurança Pública divulga redução da violência











Dados estatísticos oficiais da Secretaria Estadual da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED/RN) revelam que nos últimos 45 dias houve redução no número de homicídios registrados oficialmente no Rio Grande do Norte. No comparativo entre os meses de agosto e julho deste ano, houve redução de 26,4% entre eles (163 em julho contra 125 em agosto). E quando comparados os primeiros 15 dias de setembro com o mês anterior, percebe-se uma queda ainda mais acentuada: 41 registros até o momento. Ou seja, mesmo que esse número venha a dobrar, ainda assim tudo indica que teremos um mês menos violento neste aspecto.


E a redução no número de mortes está diretamente ao número de armas de fogo retiradas de circulação. De junho a agosto foram apreendidas 159 destas armas (36/jun, 56/jul e 67/ago), somente pela Polícia Militar. E em apenas três dias, a Operação Brasil Integrado, realizada em todo o Estado, conseguiu apreender mais 50 armas.


NOVAS ESTRATÉGIAS


Estas reduções nos homicídios são frutos das novas estratégias traçadas pela SESED/RN junto aos seus órgãos de segurança. Iniciativas que vão desde a convocação de novos policiais, como ocorreu na Polícia Civil, até mudança nos horários e intensificação no patrulhamento.


A PM reforçou as ruas com policiais do BPChoque e da ROCAM. Estas tropas de elite têm trabalhado de forma intensa, com resultados merecedores de destaque.


A Polícia Civil também merece destaque com a reestruturação das atribuições da DEHOM, bem como dobrou o efetivo de policiais nesta especializada. Destaque-se ainda o apoio de 12 policiais civis oriundos da Força Nacional de Segurança Pública, que chegaram ao Estado em julho. Estes profissionais estão trabalhando na elucidação de homicídios.
No caso de municípios que ainda apresentam altos índices, o Secretário de Segurança Pública determinou a criação de forças-tarefa para intensificar as investigações.


PRISÕES TAMBÉM REFLETEM NA REDUÇÃO DOS HOMICÍDIOS


As prisões que são feitas diariamente pelos órgãos de segurança pública também tem um peso importante nesta queda. Durante os três dias em que ocorreu a Operação Brasil Integrado, no começo de setembro, foram presos 143 suspeitos, em flagrante ou por mandado de prisão, além da apreensão das armas de fogo.


“Nossos estudos apontam que quase 86% dos homicídios cometidos no RN são por armas de fogo. No momento em que intensificamos os trabalhos de patrulhamento, aumentando o número de abordagens a pedestres e veículos, conseguimos apreender e retirar este instrumento, que tem sido tão nocivo à nossa sociedade”, afirma o titular da SESED/RN, General Eliéser Monteiro.


“Apesar da redução dos números, a Secretaria Estadual de Segurança Pública sabe que precisa fazer mais. E estamos fazendo. Aguardamos a conclusão da entrada de 122 novos policiais civis, que foram convocados recentemente e encerraram, assim, a lista dos que aguardavam nomeação do último concurso. Até outubro, receberemos ainda mais viaturas que foram compradas desde maio e estão sendo entregues por lote, por questões de produção da fábrica”, reforçou o titular da SESED/RN.

“Cidadão consciente, segurança mais eficiente.”



INFORMAÇÕES À IMPRENSA:


SESED: (84) 3232-1100/1188
Geraldo Miranda: (84) 8132-5977Higor Medeiros: (84) 8132-6379via sertaonamidia.com.br
Curta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010