sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Diárias da Copa seguem atrasadas por 4 meses

Por Glaucia Paiva



Há cerca de quatro meses eram iniciados os jogos da Copa do Mundo no Brasil. Em Natal, o primeiro jogo entre as seleções do México e Camarões só ocorreria no dia 13 de junho.

No entanto, mesmo com o anúncio da realização da Copa do Mundo no Brasil sete anos antes da realização do Mundial, no RN não houve planejamento para o pagamento das diárias operacionais dos policiais militares do RN empregados extraordinariamente no evento. A afirmação torna-se real devido ao atraso de 4 meses no pagamento das diárias operacionais relativas aos jogos da Copa do Mundo em Natal.

Centenas de policiais foram convocados de maneira compulsória para serem empregados nos jogos realizados na capital potiguar. Entretanto, o repasse das diárias a que fazem jus os policiais segue sem previsão.

O blog entrou em contato com o Comandante Geral, Coronel Araújo, para saber se há previsão para o pagamento das diárias operacionais da Copa; contudo, o Comandante informou que foi prometido pelo Governo o pagamento após o dia 10 deste mês das diárias relativas à Fan Fest.

Em Formatura Geral realizada um dia antes do início Copa, o Comandante Geral da PMRN chegou a anunciar o valor das diárias operacionais em dias de jogos em Natal, estipulado em R$ 150; porém, passados 4 meses do inicio do Mundial os PM’s apenas receberam a diária operacional relativa ao primeiro jogo na capital.via sertaonamidia.com.br
Curta nossa página no Facebook e fique atualizado em tempo real. https://www.facebook.com/sertaonamidia

0 comentários:

Postar um comentário

IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”;

 
CARCARÁ PARELHAS | by TNB ©2010